domingo, 24 de janeiro de 2010

Areia Movediça


O que será que dá dentro de mim e que não devia?


Que me desacata o peito e que é revelia


Que queima por dentro e me perturba o sono


E uma aflição medonha me faz implorar...


Por que será que o baque é sempre maior do que a gente espera? Por que será que independente de como seja o inicio, o meio ou o fim, a dor é sempre será a mesma? Uma dor avassaladora, que te toma de assalto e te domina o corpo, que arranca-lhe o chão, derruba teu castelo e te joga numa agonia sem fim... É como se atingíssemos o fundo do poço e descobríssemos que ao invés de mola, o que existe é uma areia movediça da qual parece não haver escapatória... Essa é, enfim, a famosa dor do fim... Mas a vida da voltas... E o tempo roda num instante a roda do coração. Sábio Chico Buarque...

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

A você, meu muito obrigado!



O objetivo inicial deste texto era mostrar de como a vida é injusta, dadas as circunstancias trágicas da morte da doutora. Mas, felizmente (antes da missa de setimo dia), desisti de querer questionar o inquestionável e resolvi fazer o que realmente importa: Agradecer, ainda que postumamente, pela dedicação e empenho de uma das pessoas mais fantásticas que este mundo já teve. Dra. Zilda Arns Neumann! E, de alguma forma, continuar multiplicando seus conhecimentos pelo mundo.
Sua maior contribuição foi à criação e coordenação da Pastoral da Criança, em parceria com o Ministério da Saúde e a CNBB.
Baseada no milagre da multiplicação dos peixes, Dra. Zilda criou um sistema de multiplicação do conhecimento contando com a ajuda importantíssima dos cerca de 260 mil voluntários espalhados pelo país. Partindo do pressuposto de que a educação é a melhor arma para a cura e prevenção, a pastoral consiste em acompanhar e educar famílias que passam por algum tipo de dificuldade.
Devo dizer, porém, que considero que as ações desenvolvidas pelo organismo ultrapassaram a muito a barreira das classes sociais e da religião. E os novos hábitos introduzidos na sociedade ao longo de sua existência, fazem parte do cotidiano de pessoas de diferentes tipos ao redor do globo. Após 25 anos, a Pastoral acompanha mais de 1,9 milhões de gestantes e crianças menores seis anos e 1,4 milhões de famílias pobres, em 4.063 municípios brasileiros.
A partir de 2004 iniciou a criação da Pastoral da Pessoa Idosa que hoje atende mais de 126mil idosos.
Premiadíssima, recebeu inclusive indicações para o premio Nobel da paz.
Quero deixar aqui registrado meu profundo pesar pela sua morte, dizer que não será em vão e principalmente minha vontade de que este trabalho tenha continuidade.

"Como os pássaros, que cuidam de seus filhos ao fazer um ninho no alto das árvores e nas montanhas, longe dos predadores, das ameaças e dos perigos e mais perto de Deus, devemos cuidar de nossos filhos como um bem sagrado, promover o respeito a seus direitos e protegê-los".
Parágrafo final da última palestra da Dra. Zilda Arns Neumann
Haiti, 2010


Conheça a Pastoral! http://www.pastoraldacrianca.org.br/

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

formspring.me

Ask me anything http://formspring.me/katubrasil

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

A cura pelo prazer...


Cá estou eu, escrevendo finalmente o primeiro texto do ano de 2010. Estava totalmente sem inspiração. Mas ontem aconteceu um fato tão fantástico que precisava compartilhar.

Estava eu indo para mais uma dolorosa aula de samba e zouk, pensando no quanto estava sofrendo - os últimos dias foram punks, dancei muitas horas por dia e conseqüentemente vieram as malditas dores musculares - e no quanto precisava de me livrar daquela dor ou senão não conseguiria dar mais nenhum um passo. Foi quando uma loja de conveniências sorriu para mim... Enfim a solução perfeita! Existe algum relaxante muscular melhor do que o álcool? Peguei a minha long neck e segui em direção a academia. A cada gole, sentia a dor amenizando, o mau humor passando e a disposição voltando a mim. Era, sem duvida, um milagre! Poucas vezes me senti tão bem!

Ao contrario do que muitos dizem, as bebidas alcoólicas, em especial a cerveja, contribuem sim positivamente para a qualidade de vida do individuo. E não é só pelo prazer que ela proporciona, existem cientistas quem recomendam uma boa cervejinha aos atletas apos o término das atividades físicas. Por quê? Ora, a cerveja tem um alto valor nutritivo e é rapidamente absorvida pelo organismo. Segundo o pesquisador e mestre cervejeiro, Egon Tschope "São vitaminas, minerais, carboidratos e proteínas, além do álcool que, se consumido sem exagero, também é benéfico. Repositoras de eletrólitos, as cervejas são bebidas que possuem 400/kcal/litro, o que corresponde a aproximadamente 15% das necessidades diárias de um adulto e equivale, em termos de proteína, a 100g de carne, 700 ml de leite integral ou seis ovos cozidos. Os sais minerais incluídos em sua composição - 0,4g/l - correspondem a 10% das necessidades de um ser humano. Além disso, as cervejas são ricas em vitaminas, sobretudo as do chamado complexo B. A vitamina B1 auxilia no funcionamento dos músculos, nervos e cérebro; a B2 colabora para a manutenção dos tecidos; a B5 atua no metabolismo dos carboidratos e gorduras; os minerais, como cálcio e fósforo, são essenciais para a composição dos ossos; e o potássio, junto com o cálcio, assegura, entre outros benefícios, o bom funcionamento do coração. Por ter ph baixo - em torno de 4,0 - associado às ações microstáticas do álcool e das resinas amargas do lúpulo, e possuir CO2, a cerveja fortalece a imunidade do homem contra o desenvolvimento de microorganismos patogênicos. Ao contrário das demais bebidas alcoólicas, a cerveja proporciona um aumento da diurese, provocado pelas resinas amargas do lúpulo solubilizadas." É claro que essas benfeitorias não se aplicam a qualquer pessoa, depende da condição física de cada um.

E então, bora tomar uma hoje?